quinta-feira, 17 de junho de 2010

Rexona for bófias.

Hoje vi este anúncio no intervalo de um dos jogos do mundial e não pude deixar de pensar que a pessoa que o idealizou é um mitra da pior espécie que incentiva à violência e à corrupção. Senão vejamos: As equipas  confundem um jogo de futebol com raguebi, à boa maneira do Bruno Alves, e nenhum dos seus jogadores é sequer admoestado porque o coitado do árbitro, para além de estar borrado de medo, não quer ferir sensibilidades com o fedor que emana da sua vil alma. Ao intervalo, é escoltado para os balneários por um batalhão de polícias que também levam com as ofertas generosas do público nas trombas. Depois da aplicação do produto milagroso, que também lhe devia lavar a sua alma conspurcada, eis que volta todo contente para a segunda parte e... voilá! Exibe o belo do cartão vermelho ao polícia que o ajudou e um amarelo ao seu fiel companheiro que, quiçá, não estava devidamente uniformizado. E para culminar esta cena digna de Hollywood, o público aplaude de forma exuberante transformando o árbitro em herói.

Tratando-se apenas de um anúncio (estúpido, diga-se) tem muitas semelhanças com a realidade do nosso amado país. Tentando fazer um paralelismo, eu diria que as equipas são o Governo e a Oposição, o árbitro a nossa justiça, o binómio polícia/cão são o zé povinho, que tem que levar com a merda toda quer tenha culpa ou não, e o público o grupo de empresários, políticos e demais trafulhas que exultam com as calinadas do árbitro, quero dizer da justiça, quando entalam o mexilhão e safam os seus queridos amigos das suas gigantescas trafulhices.
Com estes personagens que filme é que vocês faziam?

domingo, 6 de junho de 2010

É um incêndio?? É um vulcao em erupção?? Não, é o jipe da bófia!!!

A má vida acabou, as férias que tanto me estragaram chegaram ao fim! Finalmente!... ;(

Durante a minha curta ausência apercebi-me, ao chegar ao Posto, que só tínhamos dois veículos para trabalhar! Pois é, a reorganização das viaturas deixou-nos com o 8 e com o 80. Um carro novinho em folha, ainda com aquele cheiro a plástico no interior que só sai em patrulha quando é MESMO necessário e cujas chaves estão mais guardadas que a Casa da Moeda, e a nossa jóia da coroa que eu apelidei, carinhosamente, de "fumaça".

É um Patrol com 400000Km (eu sei que são muitos zeros mas foram os que eu contei), com as portas "presas por arames" (que convém segurar quando se abrem senão caem!), interiores que quase não existem e... a poluição que causa!!! É um daqueles jipes que, se fosse descaracterizado, ninguém sabia que era nosso porque o fumo consegue camuflá-lo de tal maneira que mais parece um predador!! É excelente para despistar carros em fuga, basta colocarmo-nos à sua frente, dar uma gazada no acelerador e... voilá!! Erupção de fumo que faz corar de vergonha o vulcão da Islândia e o mitra a malhar de frente com um pinheiro porque nem um GPS lhe safa com tanto monóxido de carbono no focinho!! Esta poluidora característica serve ainda para proteger os mitras que são transportados nos seus super-confortáveis-bancos-traseiros-tranversais-rijos-que-nem-cornos-porque-quase-que-não-têm-esponja, pois aqui a expressão "vidros fumados" é, literalmente, verdade! Assim os meninos mal comportados podem viajar completamente incógnitos sem que ninguém lhes aponte o dedo pela merda que fizeram!! Quem tentar escapar de bicicleta também não tem hipótese, não por aquilo que o jipe anda (porque por aí, mais valia ir a pé), mas sim porque a inalação da sua fragrância deixaria sem fôlego até o Armstrong! Agora imaginem esta máquina quando foi à inspecção... É claro que à primeira chumbou. Mas desenganem-se os que pensam que foi por causa do fumo. Naaaaaaão... O competentíssimo inspector, com aspecto de quem tinha saído de uma mina de carvão, afirmou que chumbou o "fumaça" porque não tinha triângulo e colete!! Depois de resolvida esta falha inacreditável o "fumaça" passou com distinção e com o prémio honroso de ter batido o record de fumo registado pela máquina do Centro de Inspecções!

O mais impressionante é que grande parte da nossa zona de patrulhamento está inserida num dos parques naturais mais importantes do país que nós, todos os dias, 24 sobre 24, ajudamos a enegrecer! Sinto vergonha em andar com um carro assim mas a maior vergonha é a de ver viaturas novas paradas em quartéis para passearem os carolas e nós, que andamos no terreno, sermos obrigados a trabalhar nestas condições...