sexta-feira, 15 de julho de 2011

Offline

AVISO

Este blog foi fiscalizado sem aviso prévio e por se apurar que, no decurso da sua actividade recente, tem provocado demasiada boa disposição, o que não se coaduna com o actual estado do país, foi decretado o seu encerramento por tempo indeterminado. Este espaço voltará ao seu normal funcionamento quando o seu autor conseguir voltar a sorrir... e fazer sorrir.
                                                                -Geninho-
                                                                                      (sob coacção)

quinta-feira, 14 de julho de 2011

E o que se esconde debaixo do lençol??

Já aqui disse por várias vezes que tenho familiares enfermeiros nas mais diversas áreas (Psiquiatria, Hemodiálise, Radiologia) e que já me contaram imensas peripécias, próprias de uma profissão que tem contacto directo com o publico, assim como a minha. A propósito deste post da AC, lembrei-me de uma história que me contaram e que se passou nas Urgências de um Hospital em trás-os-montes.

Chega uma ambulância à porta das urgências, como tantas outras em outras tantas noites, e saem dois elementos dos bombeiros a rir a bandeiras despregadas em vez dos habituais assomos de urgência e das correrias de marquesa para transportar o doente para um qualquer bloco operatório. Não. Naquele dia não. Naquele dia eles fizeram questão de levar a marquesa o mais lentamente possível como se estivessem a desfilar. E mais impressionante ainda era o volume misterioso que se notava por baixo do lençol com que a paciente era tapada! A pobre coitada só conseguia balbuciar: "Isto não me está a acontecer! Isto não me está a acontecer! Ai que vergonha, ai que vergonha! Se a minha mãe sabe, mata-me!"
Posto isto, o olhar de estupefacção e curiosidade dos enfermeiros e restante pessoal de serviço crescia cada vez mais! Então, de súbito, eis que um dos bombeiros, com gestos de prestidigitador, tira o lençol de cima da coitada e revela o vulto que era, nada mais nada menos que um gigantesco pastor alemão, que naquele momento mais parecia um caniche, "preso à senhora", encolhido  o mais que podia com o rabo entre as pernas e com aquele olhar que só o gato das botas consegue fazer. E ela, de perna aberta, a tapar a cara com as mãos, vermelha de vergonha gritando em pânico: "Tirem-mo daqui, tirem-mo de dentro de mim!!". Mas a história não acaba aqui! Depois de conseguirem tirar o pobre do canídeo daquela posição constrangedora descobriram, no focinho do animal, vestígios de algo que se assemelhava a manteiga de amendoim! Então a senhora não sabe que quando se interrompe a refeição a um cão ele tem que a acabar dê lá por onde der?! O bicho tem que comer!! Seja lá o que for...

terça-feira, 12 de julho de 2011

Desafio Policial #1

Nos dias que correm a tolerância tem que ser uma das palavras de ordem. Mas há limites para tudo...

Desafio-vos a lerem e a responderem a cada uma destas pérolas como se fossem um Geninho em serviço. 

"10 coisas que nunca, mas mesmo nunca, devem dizer a um Geninho!"

1 - "A carta de condução? Claro! Mas não consigo tirá-la da carteira se o senhor não me segurar na cerveja!"

2 - "Se eu já ingeri bebidas alcoólicas hoje? Não, eu não bebo! Só fumo ganzas!"

3 - "Não me vai revistar a mala do carro, pois não?!"

4 - "O meu bastão é maior que o seu!"

5 - "Você tem uma arma porreira! Tenho uma igualzinha a essa debaixo do banco!"

6 - "Você devia vir a mais de duzentos para me acompanhar! Bom trabalho!"

7 - "O senhor sabe porque é que me mandou parar? Sim? Ok, ao menos um de nós sabe!"

8 - "Eu pago o seu ordenado!"

9 - "Devia era andar atrás dos ladrões e dos bandidos que andam aí a roubar! Não atrás dos bêbados que conduzem!"

10 - "Eu não bati em ninguém! Ele é que escorregou e deu de caras com o meu punho!"

Aviso: O resultado de uma bacorada destas pode dar direito a entrada grátis em qualquer unidade hospitalar ou a uma estadia em regime de meia pensão na nossa rede nacional de calabouços.

sábado, 9 de julho de 2011

Guia de Patrulha #5

Imediato - Preciso de ir ao WC!!
Geninho - Escolheste má altura para isso, pá! Não podemos sair daqui agora e também não me podes deixar aqui sozinho senão o chefe come-nos vivos!
Imediato - Estou mesmo à rasca!! Deve ter sido dos ovos mexidos...
Geninho - Dasse!! Estás com cara de quem está a ter dores de parto! Vou perguntar ao Sargento se podes ir! Sargento, o Imediato tem que ir ao WC, está nas últimas!!
Sargento - Epá, isso não pode ser agora! Mas se está tão aflito eu pergunto ao Capitão!
Capitão - As ordens que dei foram claras! Ninguém pode sair dos locais de vigilância! Mas neste caso, uma vez que o militar está realmente a necessitar de evacuar eu vou ponderar perguntar o nosso Coronel...
Coronel - Negativo! Negativo! É absolutamente imprescindível que todos os militares se mantenham nos mesmos locais até novas ordens!
Capitão - Pedido recusado, ninguém pode sair dos locais!
Sargento - Tal como eu suspeitava, diz ao imediato que ele não pode sair daí!
Geninho - A hierarquia disse que estás fodido!
Imediato - Fodido e cagado!!!! Posso ao menos ir mudar de farda???
Geninho - Fedorento...

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Guia de Patrulha #4

Condutor - Boa tarde senhor Guarda!
Geninho - Hmmmm, cheira-me que não vai ser boa tarde para si...
Condutor - Oh! Mas então porquê? O que é que foi que eu fiz?
Geninho - A questão é mais o que você não fez! Não parou no Stop, não parou no vermelho, não respeitou a velocidade afixada... Resumindo, você é um poço de infracções!! Tem alguma justificação para tudo isto?
Condutor - Ó sô Guarda, sabe, é verdade que estou com um pouco de pressa! Mas, epá, deixe lá passar esta, não me estrague o fim de semana!
Geninho - Oh, mas não seja por isso! Eu passo-lhe as multas com a data de segunda feira...

quarta-feira, 6 de julho de 2011

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Estar no meio de um mar de crianças saltitonas e enérgicas como só elas sabem ser é um bálsamo para a alma. Observá-las é um deleite. O seus sorrisos, a sua espontaneidade, a sua transparência, inocência e genuinidade são um previlégio para qualquer pessoa que as adore, tal como eu.

Era vê-las a saltarem de alegria ao som das músicas da Banda do Panda e das suas mascotes, a imitarem as coreografias dos bailarinos, a rirem às gargalhadas com as tontarias daquele urso que as conquista todos os dias pela televisão.

Ao observar a minha princesa a fazer tudo isto e mais alguma coisa (o espaço que tinha nunca chegava para dançar, queria sempre mais) não conseguia parar de sorrir!

Mas se  parte de mim transbordava de felicidade, a outra metade chorava desalmadamente...

sábado, 2 de julho de 2011

Guia de Patrulha #3

Imediato - Apetece-me andar com as sirenes ligadas...
Geninho - Estás louco?! Para quê? Não vamos para nenhuma situação urgente!
Imediato - Eu sei, mas dá estilo e aquela sensação de poder! Todos a encostar à nossa passagem, as pessoas a olhar e a pensarem: "Epá, os geninhos estão com pressa, os bandidos que se cuidem!!"
Geninho - Lá estás tu com a tesão do mijo! E o que é que fazias durante a viagem? Acenavas aos teus fãs, queres ver?
Imediato - Não era má ideia, mas não. Punha um olhar de mauzão, super concentrado na condução, para intimidar.
Geninho - Tu não eras capaz de intimidar um cordeiro com esse arzinho de totó desconcentrado!! Acabaste de bater no passeio, sua abstunta!!!
Imediato - ...

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Guia de Patrulha #2

Geninho - Manda parar essa vitura que aí vem!
Imediato (nome que se dá ao militar que acompanha o chefe de patrulha) - Qual delas? O Smart ou a Strakar?
Geninho - O que é que tu achas?! A Strakar é carro de homem, pá!
Imediato - Boa tarde minha senhora. Mostre-me os seus documentos e os da viatura por favor!
Geninho - Ela que te mostre o triângulo!
Imediato - Falta a carta de seguro minha senhora.
Geninho - Pede-lhe para mostrar o triângulo!
Imediato - Preciso de verificar a ficha de inspecção.
Geninho - Não te esqueças de pedir para ver o triângulo!
Imediato - OK, OK!! Não se importa de mostrar o triângulo de sinalização?...
Condutora - Claro que não, está no porta bagagem.
Imediato - Muito bem. Está em bom estado e monta-se com facilidade. Pode seguir viagem, tenha um bom dia!
Geninho - Obrigado pela colaboração! Bom dia.
Imediato - Olha lá, porque é que estavas tão interessado no triângulo?
Geninho - Não era nesse triângulo que eu estava interessado...